Conheça as previsões do mercado de digitalização de documentos para os próximos anos

Já é um fato que o mercado como um todo evoluiu rapidamente com a tecnologia após o período de pandemia. 

E não foi diferente com a digitalização de documentos, essa é uma das práticas que conquistou, e continua conquistando, mais espaço no dia a dia de várias empresas.

Em muitos cenários, ela já se tornou uma necessidade para a sobrevivência de algumas empresas que desejam ter uma vantagem competitiva em frente aos seus concorrentes.

Afinal, ela já provou que as empresas que adotam essa prática têm benefícios únicos como o aumento da produtividade, a economia em gastos com papéis e muitos outros.

E diante disso, a previsão é que o mercado global de serviços de digitalização de documentos cresça a uma taxa considerável durante o período de 2021 a 2026. 

Enquanto o mercado global de sistemas de gestão de documentos (também denominado ‘mercado DMS’), que apenas em 2019 foi avaliado em US$ 4,89 bilhões, deve atingir, até 2025, os US$ 10,17 bilhões.

Para se ter ideia, apena em 2021, o mercado está crescendo a uma taxa constante e com a crescente adoção de estratégias pelos principais participantes, e espera-se que o mercado cresça ao longo do horizonte projetado.

Um dos fatores que contribuem para esse aumento é a busca das empresas por uma análise de dados mais assertiva e um gerenciamento eficiente de todas as informações internas. Além do crescente interesse na retenção de registros históricos da empresa, e por soluções sem papel. 

Esses têm sido os principais agentes que impulsionam o crescimento da indústria de gerenciamento e digitalização de documentos.

Um exemplo da crescente preferência para digitalização são órgãos públicos como a Justiça do Trabalho que adotou novas tecnologias para fazer uma melhor gestão dos documentos, pois precisa lidar com uma alta quantidade de documentos.

E não apenas os órgãos públicos, mas várias empresas privadas e de grandes marcas adotaram medidas de gerenciamento de documentos que aquecem e impulsionam o mercado, gerando um rápido crescimento, e permitindo à empresa aumentar sua presença no mercado.

No Brasil um dos fatores que contribuiu para a aceleração das empresas em adotarem a digitalização de documentos foi a criação da lei n.º 13.709, mais conhecida como Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) que já está em vigor de forma total.

Porém, a LGPD é baseada nas disposições estabelecidas pelo General Data Protection Regulation (GDPR) que em sua tradução significa “Regulamento Geral sobre Privacidade de Dados” que estar em vigor em toda União Europeia.

Ou seja, as duas leis colaboram para que as empresas se preocupem em adotar tecnologias capazes de fazer uma melhor gestão de seus documentos.

Caso a sua empresa ainda não tenha adotado nenhuma solução para a gestão e digitalização dos documentos, a Fábricainfo possui diversas soluções para gestão e digitalização de documentos, com sistemas avançados e equipamentos modernos.

Ao falar com um dos nossos consultores iremos ver a melhor forma de garantir que a digitalização da sua empresa seja feita com rapidez, eficiência, e com opções que se enquadrem no seu orçamento.

Quer saber mais? Clique aqui e agende uma consultoria para mostrarmos a melhor maneira de te ajudar!

Não perca mais nenhum post!

Assine nosso blog e receba novos posts diretamente em seu e-mail.