Como a LGPD impacta no uso de cookies e coleta de dados?

Quem navega com frequência pela internet já deve ter se deparado com abas que fazem a seguinte pergunta: “deseja aceitar os cookies?”.

Diversos sites, de notícias, de compras, comércio eletrônico,  blogs utilizam de cookies para fazer o monitoramento da navegação das pessoas e sem essa ferramenta, a navegação seria bem menos atrativa e prática. 

Atualmente, se os sites utilizam desse método para coletar e armazenar informações dos usuários, é preciso ter uma atenção redobrada, pois cookies também coletam informações pessoais que precisam corresponder com as bases legais da Lei Geral de Proteção de Dados.

Mas afinal, o que são exatamente os cookies? E com a LGPD o que mudou em relação ao tratamento de dados utilizados na internet? 

É exatamente essas questões que iremos responder nesse artigo.

Para saber mais, basta acompanhar a leitura.

Primeiramente, o que são os Cookies?

Cookies podem ser classificados como pequenos arquivos de texto que guardam durante determinado período o que o usuário está fazendo. São esses pequenos textos que armazenam nosso histórico de navegação, assim como também logins e senhas. 

É graças aos cookies que podemos acessar contas sem precisar fazer utilizar e-mail e senha em todas às vezes, pois o navegador (através dos cookies) faz isso por você.

Os cookies de modo geral possuem vários aspectos funcionais e ajudam os usuários a ter uma melhor navegabilidade na internet. É graças a esse armazenamento de informações, por exemplo, que é possível trabalhar com planilhas, documentos e slides de forma offline nas plataformas do Google, assim como outros sites.

E como a LGPD impacta na coleta de dados dos Cookies?

A Lei Geral de Proteção de Dados, que já está em vigor no nosso país, inclusive aplicando sanções para quem descumprir suas normas, tem como objetivo regulamentar a coleta e o tratamento de dados pessoais por pessoas físicas ou jurídicas, incluindo também os meios digitais.

É uma forma de assegurar que os cidadãos estão cientes sobre o controle de suas informações pessoais.

Com essa lei, todos os dados pessoais devem ser protegidos e só podem ser utilizados em finalidades específicas com consentimento prévio do usuário de modo a preservar a liberdade e a privacidade de cada um.

A LGPD considera como dado pessoal qualquer informação relacionada a pessoa natural identificada ou que possa ser identificável e é nesse ponto que ela se relaciona com os cookies.

Nem todos os dados coletados por cookies possuem dados pessoais, mas a partir do momento em que é possível identificar o individuo, como, por exemplo, cadastrando um e-mail no site, o cookie coletado será um dado pessoal, sendo assim afetado pelas normas da LGPD.

Se um cookie utilizar dados pessoais violando as normas, a empresa que coletou essas informações pode ser penalizada com sanções e multas, por isso é importante manter a transparência para que os usuários saibam a finalidade de seus dados e por quem estão sendo utilizados.

Portanto, para manter seu site utilizando cookies ou sua empresa que faz coleta e tratamento de dados pessoais adequados á LGPD, existem alguns princípios nos quais é importante se atentar.

Contar com uma empresa especializada, pode te ajudar a reduzir a burocracia em relação à regulamentação e proporcionar mais segurança e cofiabilidade das suas informações.

Conte com as soluções da Fábricainfo para proteger os dados da sua empresa e fique em conformidade com a LGPD. Agende uma consultoria agora mesmo e saiba como podemos te ajudar.

Até mais.

Não perca mais nenhum post!

Assine nosso blog e receba novos posts diretamente em seu e-mail.